Dia Internacional da Terra.

Carolina Fernandes Carvalho.

Dia 22 de abril de 1970, Gaylord Nelson, ativista americano, organizou uma manifestação sobre a preservação do planeta Terra. O objetivo foi atingido: a luta pelo meio ambiente se tornou ponto de debate em vários países.

Atualmente, o assunto é decorrente, mas talvez pela falta de seriedade com o tema, muitos abusam dos recursos nos dado. WWF fez uma matéria com o propósito de oferecer uma nova visão sobre a água, que é um assunto que se fez notório pela mídia nos últimos tempos. 

No dia 22 de abril, é celebrado o Dia da Terra.

Uma data importante para refletirmos sobre nosso belo planeta e sobre como estamos usando os nossos recursos naturais, especialmente a água e o solo. 

Os desafios ambientais que enfrentamos são enormes, como desmatamento, poluição, mudanças climáticas, e nossas atitudes no dia a dia podem ajudar e fazer diferença nesse cenário. 

Temos que incentivar o uso de formas limpas e alternativas de energia para diminuir nossa dependência dos combustíveis fósseis, responsáveis pela emissão de gases estufa que causam o aquecimento global, proteger nossas florestas, nossas espécies e nosso bem mais precioso: a água.

Água para todos 


Segundo a Agência Nacional de Águas, cerca de 1400 municípios brasileiros já sofrem com o racionamento de água. A expectativa é que em 10 anos o sistema de abastecimento público não consiga atender a demanda de mais de 2800 cidades. A pesquisa IBOPE encomendada pelo WWF-Brasil em 2012 revela que 80% da população brasileira acha que a água pode faltar no futuro e 70% destes acham que o desperdício é a principal razão. Só que mesmo assim, um terço da população ainda demora mais de 10 minutos no banho. Um banho de 15 minutos gasta 135 litros em média. 

Mais do que economizar na torneira, nós devemos ajudar na preservação da água desde a suas nascentes apoiando ações e organizações que estejam trabalhando com isso na sua cidade, como por exemplo, cobrando a criação de parques e reservas em regiões de nascentes e mananciais. 

Desde 2002, o programa Água para Vida, do WWF-Brasil, conta com importantes parcerias corporativas e de instituições financeiras como o Grupo HSBC, Ambev e Banco do Brasil. Nos primeiros dez anos do programa, o WWF Brasil apoiou a recuperação de 12 nascentes no rio Cabaçal, rio este que integra o complexo das cabeceiras do Pantanal. Hoje esse trabalho está sendo replicado para 25 municípios da região por meio de um pacto envolvendo vários setores da sociedade. No Distrito Federal, em parceria com Ambev foram recuperadas áreas degradadas da micro bacia do Crispim importante manancial de abastecimento regional. O WWF-Brasil também apoia a boa governança das águas Brasil afora. Ajudamos a desenvolver o Plano de Águas do Acre, o primeiro da Amazônia e a criação do Comitê de Bacia Lagos São João, na região dos Lagos do Rio de Janeiro que resultou no maior índice de esgoto tratado do estado e um dos maiores do país: 70%. 

O programa Água para a Vida, do WWF-Brasil, apoia governos para a melhoria da gestão das águas, apoia as empresas para melhoria de eficiência da água em seus processos produtivos, fortalece a opinião pública por meio de campanhas e ações educativas e ajuda a preparar o país para os desafios das mudanças climáticas e os riscos de desabastecimento e enchentes nas cidades.

 

Fonte: 

http://www.wwf.org.br/informacoes/noticias_meio_ambiente_e_natureza/?39502

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: