Policiais ferem Trabalhadores Rurais.

Por Carolina Fernandes Carvalho.

Em Brasilia está acontecendo o VI Congresso Nacional do MST, o Centro de Pesquisas e Estudos Agrários e Ambientais (CPEA) está prestigiando o evento com três de seus integrantes. Uma das atividades propostas foi executada ontem, dia 12 de janeiro: a marcha do Ginásio Nilson Nelson até o Supremo Tribunal Federal. Cerca de 16 mil pessoas participaram, inclusive crianças de todas as idades e idosos.

O ato seguia tranquilo até que os policiais impediram os camponeses pegarem objetos do ônibus que seriam usados para a intervenção em forma de teatro visando a denúncia da violência no campo e a falta de inaciativa por parte dos governantes de realizar a Reforma Agrária.

A atitude estranha dos policiais culminou em confusão. Enquanto os manifestantes estavam portando bandeiras, águas, artíficios de perigo nenhum, os policiais os atacaram com teasers, gás de pimenta, entre outras armas, ditas, não letais. Uma idosa do MST desmaiou e um jovem teve o supercílio acertado por uma bala de borracha, os dois passam bem.

A atitude violenta e desumana por parte da Polícia Federal exemplificou o despreparo de lidar com as mobilizações sociais. É indigna essa ação por parte da PM, afinal o MST luta pela democratização do acesso a terra, que muito é privativa no Brasil, o que traria à maioria absoluta brasileira uma vida merecedora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: