O apelo

Eduardo Gomes de Almeida Souza


Se um jovem em 2050 pudesse mandar uma carta para nós hoje, presumo que seu conteúdo se assemelharia com o que segue.

Que fantástico que vocês podem ler minha mensagem! Considero essa uma oportunidade única para que vocês possam ver as coisas através da nossa experiência.

Apesar de vivermos em décadas diferentes, fazemos as mesmas coisas: trabalhamos, estudamos, conversamos, rimos, choramos, aprendemos, pensamos… contudo o cenário está se tornando cada vez mais tenebroso. Os alimentos que na época de vocês eram comuns, como frutas e até mesmo a água, se tornaram artigos de luxo. Para você ter uma idéia, a água e alguns alimentos são trancados em cofres nos locais de compra. A maioria da população global não tem acesso a uma fonte diária de alimentos básicos.

Quando ouço algum familiar mais velho me contar que ele comia frutas do pé fico abismado, pois isso é simplesmente surreal pra mim! Vocês conseguem imaginar como algo que parece tão simples de se realizar se tornou impraticável para nós? Alguns afirmam que isso se deve pela população ter crescido em um ritmo acelerado. Já eu, peso que a ganância de algumas pessoas é o principal fator por nossa situação hoje… Mas ao invés de apontar os culpados, creio que é mais proveitoso pedir para que olhem para si mesmos.

Percebam: vocês são aqueles que determinarão o desenvolvimento da humanidade com suas ações agora! As escolhas que vocês fazem são as mais importantes da história humana. No momento em que vivem, há enormes potenciais para o desenvolvimento ou para a destruição, busquem entender a gravidade e a conseqüência de seus atos individuais e coletivos.

Observe as políticas públicas e seu cotidiano, suas atitudes individuais, de que maneira elas influenciarão o desenrolar da história da humanidade? Saibam que todo o gesto que vocês realizam hoje afetam nossa vida de maneira intensa! A vida de seus descendentes e dos descendentes de outras pessoas dependem disso. Não sou feliz por saber que eu tenho água para beber enquanto há alguma família aqui perto que não consegue água há dois dias.

Façam alguma coisa! É uma espécie de animal extinta a cada minuto pela irresponsabilidade de uma que também está caminhando para o fim! Não se ouve mais o canto de pássaros como vocês puderam ouvir. Não se pode mais comer peixe, pois qualquer pequena baixa nas estatísticas e todo esse grupo animal corre risco de sumir!

Não sei como vocês conseguiram errar. As pessoas da sua época têm muito mais acesso à comunicação do que nós temos hoje e a política era muito mais flexível quando a população se manifestava. A repressão de agora é implacável e assustadora. Estamos praticamente presos e sem voz. Mais do que nunca o poder está na mão de poucos e a população está cada vez mais marginalizada. O poder e a ação estão nas mãos de vocês agora. Se não fizer algo por mim, lembre-se que você também poderá fazer parte disso que vivo.

Exija a responsabilidade por parte de seus governantes e das grandes indústrias. Se possível, repense a maneira como a economia está planejada. Na época de vocês, um produto que podia ser produzido localmente era, muitas vezes, proveniente de outros continentes. Para que esses produtos pudessem chegar até vocês muitos recursos foram desperdiçados.

Sugiro que utilizem mais a razão e menos dos impulsos de consumo imediato. Apesar de algumas perdas serem irreparáveis, sei que ainda dá tempo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: